sexta-feira, 23 de julho de 2010

Amamentação (começo, meio e fim)...

Nossa, só eu sei qtas vezes cheguei aqui p/ falar sobre isso e mudava o rumo do post antes mesmo de começar a escrevê-lo. Não sei pq, mas nunca saía! Rsrs... Hj não tem escapatória, até pq esse assunto tá ficando velho e ele precisa fazer parte desse meu diário particular.


Bom, como todo começo, tive muita dificuldade em amamentar no início. Saí da maternidade achando que havia aprendido, mas qdo Theo não ganhou peso suficiente nas 2 primeiras semanas de vida, vi que não sabia nada sobre amamentar e tive que reaprender do zero. Os dois pediatras que consultei logo que Theo completou 11 dias me ensinaram muita coisa. E foi com eles q realmente aprendi a amamentar e fiz meu filhote ganhar peso.

Na maternidade, foi uma loucura. Cada enfermeira que entrava me ensinava a "sua" técnica de amamentar. Minha cabeça dava nó! Eu já nem sabia mais qual era o certo! E olha que eu não era nenhuma leiga no assunto... Li muito enquanto estava grávida e tinha noção de muita coisa. O que eu aprendi c/ tudo isso é que na prática é tudo MUITO diferente. A pediatra da minha sala de parto me deu uma dica super legal e que realmente me ajudou muito. A forma correta de segurar a mama e colocá-la na boquinha do bebê. Ela me ensinou a fazer a letra C c/ a mão (c/ polegar p/ cima e os demais dedos p/ baixo) e encaixar a mama nesse espaço. Aí sim, oferecê-la ao bebê. Dessa forma, Theo sempre pegava o peito direitinho, fazendo a famosa (e necessária) boquinha de peixinho (lábios totalmente virados p/ fora). Outra dica importante foi que Theo precisava encostar o queixo na parte inferior da minha mama, pq o movimento de sucção faria com que o leite que fica no reservatório inferior da mama saísse. Ele devia abocanhar o máximo da aréola que ele conseguisse (lembrando q, ao nascer, eles tem a boquinha bem pequenininha).

Posso dizer que os primeiros dias foram uma luta! Como eu e ele ainda estávamos começando a nos entender, era tudo muito novo p/ nós, errávamos com freqüência, os dois! E haja Lansinoh!! Não sei o que seria da vida dos meus bicos s/ ela! Nunca, nunquinha, tive uma rachadura ou sangramento! Mas tenho certeza absoluta que foi com a ajuda da Lansinoh que isso aconteceu. Não tinha como não ser por ela! Por isso faço tanta propaganda. Meus bicos ficavam doloridos ao extremo, e isso já dificultava o ato de amamentar. Tinha dias em que amamentar era sofrido e não prazeroso. Mas sei que não foi pior pq a pomada segurou e fez a parte dela c/ excelência!


Os dias difíceis passaram, Theo aprendeu a mamar, eu aprendi a amamentar, a pomada nos auxiliava e esse ato tão lindo passou a ser 100% prazeroso p/ nós dois! Eu sempre AMEIIIIII amamentar! De verdade! Com os pediatras do Theo, aprendi que esse era um momento só dele, não deveria haver barulho (inclusive precisava do meu silêncio), ambos deveríamos estar confortáveis e entregues aquele momento. E foi assim, só assim, que Theo começou a ganhar peso como devia. Ao final do 1º mês, ele já estava perfeito! Entendi que no início, esses cuidados (que p/ muitos poderia soar como frescura) eram indispensáveis. Descobri o qto é importante amamentar na posição correta (barriga com barriga). Outra dica importantíssima (talvez a mais importante de todas) é sempre insistir na mesma mama qdo mudar de uma mamada p/ outra. Dei o peito esquerdo? Então, na próxima mamada, começo por ele e só então passo p/ o direito. Pq isso? Pq o leite se divide em 2 metades. A 1ª é água c/ açúcar, rica em carboidratos (não menos importante). A 2ª parte é a gordurosa, rica em proteínas. Essa 2ª metade é a que faz o bebê engordar, ganhar peso. Se não insistimos na mesma mama, o bebê não chega à parte gordurosa do leite, acaba mamando só carboidratos. E por não saber disso, Theo não ganhou o peso suficiente nas primeiras semanas. E, depois de aprender isso, ele não parou mais de ganhar peso de forma correta!


Sempre quis amamentar exclusivamente até os 6 meses. Consegui até os 5 meses e meio. E fiquei suuuper satisfeita! Depois disso, incluímos suquinhos e papinhas de frutas. Aos quase 7 meses ele começou a comer papinha salgada tb. Mas o peito seguia ali, juntinho, firme e forte, como o carro chefe da alimentação do Theo. Na minha cabeça, queria MUITO amamentar até os 12 meses de vida do Theo. Não queria prolongar muito mais que isso, mas tb não queria que acabasse antes disso. E muitas vezes me vi preocupada pq Theo era muito ligado ao peito, teve fases chatíssimas de ficar abrindo minha blusa e chorando por "mama". Nessa época pensei: Ele vai querer mamar até os dois anos ou mais. Então, aos 8 meses incluí leite artificial na dieta dele. Theo não dormia à noite toda, nunca, eu acordava várias vezes na madrugada p/ amamentá-lo e isso era desgastante d+... Até o dia em que, no piloto automático, deixei ele cair da minha cama de madrugada. Nesse dia vi a necessidade real que eu estava tendo de dormir. Como todo mundo dizia que a mamadeira de LA era mais forte e que as crianças que mamavam LA à noite, antes de dormir, costumavam dormir a noite toda, fui à farmácia e comprei a 1ª lata de Nestogeno 2 pro Theo. Era uma sensação engraçada... Ao mesmo tendo que eu queria (e precisava) dormir à noite, eu tive "ciúmes" do LA. Tive medo que ele rejeitasse o meu leite depois disso. Mas, foi perfeito! Theo mamava o LA só na última mamada do dia e nunca rejeitou meu leite por causa disso.

Seguíamos assim, felizes! Não eram todas as noites que Theo dormia bem, mas ele reduziu o nº de vezes que acordava. De 5 p/ 1! Isso era incrível e eu me sentia no paraíso. Aos poucos, por necessidade, fui incluindo outras mamadas de LA ao longo do dia. Mas foi tudo bem devagar, s/ pressa, sem rotina. E funcionou! Nada foi traumático p/ nenhum de nós dois.

Se aproximando dos 12 meses, percebi que Theo pedia o peito infinitamente menos vezes, chegando a ficar até 1 dia sem mamar no peito nenhuma vez. E assim foi, aos poucos, começando a rejeitar o peito durante o dia e só mamando à noite p/ dormir ou de madrugada (qdo eu não resistia e acabava dando).

Eu rezei tanto p/ o desmame ser da forma mais natural possível p/ nós dois que fui atendida! No dia do aniversário de 1 aninho do Theo, ele mamou pela última vez! Depois dali, não quis mais. Simplesmente assim! Não quis! Balançava a cabeça c/ um não todas as vezes que eu oferecia. Me senti estranha no início?? D+! Por mais que eu quisesse que fosse assim e tivesse rezado e pedido p/ ser assim, era uma etapa da nossa vidinha juntos que chegava ao fim. No início eu encarava como rejeição, mas depois vi que não. Era a minha liberdade (sim, pq peito prende de verdade uma mãe ao filho) e o 1º amadurecimento do meu filhinho. E foi tudo tããããoooo perfeito... Foi até qdo eu pedi que fosse, da forma como eu rezei que acontecesse... E, p/ completar, Theo fez 1 aninho banguela. Ou seja, nunca nem fui mordida! No dia seguinte ao 1º aninho dele, apontou o 1º dentinho e, hj, já contabilizam 3! A natureza não é perfeita??? Assim como qdo Theo nasceu, agora com o desmame, me sinto tão em sintonia com meu filho... As coisas são tão boas p/ nós dois como um time! Só posso agradecer! Sempre, todos os dias!!!

Provavelmente estou esquecendo de alguma coisa legal sobre a amamentação, mas qlqr dúvida é só perguntar que, se eu souber, respondo com prazer! :o)

Então é isso...

Beijinhos,
Bi e Theo (desmamado!)

19 comentários:

Juliana disse...

Oi!!!!
Bibi, eu sou apaixonada pela amamentação e sempr fui indignada como a maioria dos médicos tratam as mães que não conseguem amamntar. Dão logo outro leite para o bb e a mãe fica lá, frustrada.
Eu também consegui amamntar, mas o início foi difícil tambem, sofri bastante com assaduras e rachaduras no seio, mas insisti e consegui. Clara mamou exclusivamente at'os 6 meses e tambem qu nem seu filhote, até um aninho, qunado ela mesma quis parar. É tão bom né!!!
Eu ainda vou fazer um outro post sobre isso, não quero nunca deixar de falar sobre esse assunto lá!!
Beijocas!
Ju eCLara

Bia disse...

Engraçado, ontem mesmo eu estava pensando em te perguntar se ele ja havia desmamado... Aí hj tinha a resposta aqui, rs! rs
O relato da sua historia é praticamente o mesmo da minha... a diferença é que o meu peito rachou e sangrou muito, mesmo com o lansinoh! Eu também queria amamentar até 1 ano, mas com 10 meses o Theo parou, assim, do nada! E ele também era muuuito agarrado com o peito, eu morria de medo do processo de desmame. Mas foi tranquilo. Fiquei um pouco triste quando ele largou o peito de vez, mas depois me deu um aliiiivio!
Beijos

Fabi da Juju disse...

Oi Bibi,

Amiga, por aqui o desmame tb foi tranquilo e gradativo. Primeiro desmamei Juju a noite e depois o dia. Foi bem tranquilo.

Beijos...adorei as fotos.

Julie disse...

Ai Biih, que delicia de post! Seu meninão está crescendo...

Bjs

Izabel disse...

Adoro seus post, eu que ainda não sou mãe, aprendo muito com eles.
Obrigada.
Bjs.
bel

Tata e Melinda disse...

Oi querida, é a primeira vez que entro aqui... e adorei seu post!
Eu também amo amamentar e, espero de coração que o meu desmame seja tranquilo igual ao seu.
Parabens pelo blog.

Beijos.

Jana Mombelli disse...

Bibi linda.
eu amo demais esse teu cantinho.
sempre que venho aqui tem coisas boas para ler.
me vi em muito momentos neste post sobre a amamentação. para mim tb foi bem dificil o inico, mas agora vamos que vamos.
Adorei o post sobre os produtos do Theo, posso roubar a idéia, e fazer um post dos produtos da Manu?
Em relação ao hidratante a Manu usa o da Johnsons, loção hidratante,( aquela rosinha) e manu fica com a pele bem gostosa.
a agora a pediatra receitou a Amilia, para quando sai brotuejinha.

Beijinhos e bom findi

Perfeita Beleza disse...

OI LINDA...

Adorei seu blog e já estou te seguindo e se tiver um tempinho de uma olhadinha no meu é sobre cabelos e se gosta seje minha seguidora tbm pq ele ta meio pobrezinho de seguidores rsrsrs...

BEIJOS :)

Sandrinha disse...

Oi,Bibi!
A sua postagem de hoje,foi MARAVILHOSA!
O assunto abordado, foi mto esclarecedor.
Amamentei minhas filhas até qndo foi necessário e elas quiseram,digamos asssim.
Acho êsta fase,êste momento mágico,somente nosso e de nossos filhos.
Adorava,ficar quietinha, interagindo com elas nesta hora, tão gratificante,p/ nós mães.
Amei amamentar e era gostoso saber, q toda alimentação necessária a elas estavam ali,no meu peito!
Ah....colocava um elástico,destes de prender dinheiro,p/ não esquecer de voltar sempre ao peito dado por último.

Continue assim, sempre dando dicas.
Acho super importante.
Principalmente,p/ mamães de 1ª viagem.
Parabéns,pelo post.

Excelente final de semana.
Bjs!!!

Lilis disse...

Oi Bibi,
A minha história com o Pedro é um pouco parecida com a sua. A diferença fundamental é que eu não recebi toda a informação que vc recebeu e com dois meses eu acabei dando LA pra ele. Até então apesar de ter tentado várias coisas que eu mesma pesquisei, porque nenhum médico me orientou, ele só tinha engordado 50 g. Por desespero acabei cedendo e complementando sempre com o mínimo necessário as mamadas. Mas mesmo assim consegui amamentar até 1 ano e o desmame também foi super tranquilo.
Adorei seu post e as fotos estão muito lindas.
Bjs,
Lilis

ROsaNa disse...

Ameiii... Obrigada plas dicas, tenho certeza que vão ser uteis. =)

bejao

Lilipe disse...

Oi Bianca, tô aqui novamente contando com vc pra me esclarecer mais uma dúvida, é que vc foi tão legal me respondendo as perguntas anteriores, (sobre parto normal e cesária e sobre animais de extimação X crianças, lembra?). Bom , é que a alguns posts atrás vc falou que estava iniciando um tratamento para emagrecer (algo sobre orto-molecular,eu acho) fiquei super interessada, mas é q vc não falou mais sobre o assunto, queria saber se deu certo, e se vc recomendaria.

Jimmy S2 Roberta Galante disse...

ai amiga sofrio tanto qdo tirei Lohan do peito..foi um chororo só hehehe

bjkas

Aline disse...

Sua dedicação ao seu Theo é linda de se acompanhar Bi...Parabéns!!

Micheli disse...

Tão bom quando as coisas são naturais, em sintonia entre mãe e filho! Eu tive de desmamar a Clara com a ajuda do marido com um ano e um mês, mas, apesar dela gostar muito do peito, e eu amar amamentar, conseguimos o desmame sem maiores "traumas", Amei todo o tempo que amamentei, mas desmamei a hora que achei que devia tb. Ao contrário de vc, levei muitas mordidas, essa foi a única parte dolorosa para mim. rs.
Beijos e aparece para uma visita no nosso cantinho.
http://tagarelicesepensamentos.blogspot.com/

Lizy disse...

Gente...sou um E.T....eu odiei amamentar, um dia faço um post sobre isso e olha q dei de mamar até o 7° mês por amor mesmo mas prazer...nenhum, depois de cada mamada parecia que eu ia morrer, um horror...traumas infinitoooos
Beijos mas muito lindo o seu depoimento sobre, que bom q muitos não passam pelo mesmo que eu né.
bjs

Maria Betânia Fuller, mamãe de Lana Fuller, disse...

Poxa Bibi, que legal, informativo e delicioso seu post!
A idéia que u sempre tive foi exatamente essa, amamentar até 12 meses, e o desmame ser natural. A Lana completou 10 meses e a snsação qu tenho é mesma da sua que ela vai querer postergar até os 2 aninhos! Já estão a vista 6 dentinhos... Cheguei a comprar o LA, um tipo de leite e cereal noturno orgânico que lnçaram, mas as tentativas foram frustadas, pois a Lana não toca na mamadeira, e o que pior me sinto tão cansada das acordadas durante a noite, até porque se soma ao fato que aqui sou só, sem familiares ou quaisquer outro tipo de ajuda, e como serviços como babá, fachineiras aqui é caríssimos sou eu literalmente sozinha para tudo e sem dormir bem cansa! Aí soma ao detalhe que aqui não há acopanhamento pediátrico para maiores esclarecimentos ou ajuda de informações de alternativas...
Beijos, Bel.

Ministério da Saúde disse...

Olá blogueiro,

Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente!

Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno.

O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação.

A amamentação pode durar até os dois anos ou mais.



Caso se interesse na divulgação de materiais e informações sobre esse tema, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

Obrigado pela colaboração!

Ministério da Saúde

Patrícia disse...

Amei o seu post amiga... mas infelizmente tive que parar de amamentar devido ao refluxo da minha pequena... amamentei até os dois primeiros meses e depois tive que ir vendo qual leite era melhor... o meu voltava muito... ela mamava e voltava praticamente tudo... até o dia em que ela preciso ficar internada por 2 dias (ela ia competar 2 meses), pois havia perdido muito peso... Levamos em uma amigo do meu pai, um cirurgião infantil, e me aconselhou a fazer um exame para constatarmos o grau do refluxo... Fizemos o tal exame ( foi terrível, um sofrimento tanto pra mim, vendo ela tão pequena ter que passar por tudo aquilo, quanto pra ela, que chorava muito) e pelo grau constatado era pra ser cirurgico... quase tive um treco só de pensar que minha filha, tão pequenininha teria que passar por isso. Para evitar a cirurgia, eu estava disposta a tudo... então parei de amamentar e tivemos que ver qual o leite que seria melhor... testamos vááááários... até que descobimos que o leite de soja era o melhor pra ela naquele moment era o que voltava menos e era mais calórico... Ela tinha que dormir sentada e nada de colo... tinha que dar 30ml de leite a cada uma hora... foi estressante e desgastante demais... eu parecia um zumbi... e por conta disso meu leite acabou "secando"... mas graças ao bom Deus, mesmo assim, sem mamar no peito, ela ganhou peso, engordou e quando ela completou um aninho o refluxo estava parando... hj ela é super saudável... infelizmente, ás vezes temos que fazer algumas escolhas e a minha nessa hora foi ver minha filha bem... e pra isso tive que parar de amamentar... foi um choque na hora, me senti a pior mãe do mundo, chorei, pq acho que amamentar é o desejo de toda mãe... mas hj tenho certeza que fiz a escolha certa... bjs... (PS: Hj tenho uma amiga , uma irmã do coração, que está passando por tudo que passei, ela chorou muito ao ter que para de amamentar... teve que substituir o leite materno pelo NAN AR... o bb começou a engordar um pouco e com certeza a cirurgia tbm será descartada)...