terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Adaptação na Escola

Semana passada, terça-feira (07/02), começaram as aulas do Theo na Educação Infantil. A Escola do Theo, por aceitar crianças menores de 2 anos, tem 3 Maternais. Maternal I, Maternal II e Maternal III. Aqui a maioria das escolas só têm Maternal I e II, que seriam os II e III da escola do Theo, respectivamente. Como Theo entrou com 2 anos e meio já foi direto pro Maternal II. Esse ano a procura foi enorme, então, o colégio acabou tendo que montar dois Maternais II. O A (composto pelas crianças que já estudavam na escola desde o I) e o B (composto pelas crianças que entrariam no colégio pela 1ª vez, o que é o caso do Theo).

A adaptação do Theo foi ótima! Ele só chorou no 2º dia, mas foi controlável. A 1ª semana foi toda de adaptação, horário reduzido, eles entravam às 13h e saíam às 15h. Ele ainda não ama ir pro colégio, ainda resmunga todos os dias na hora de tomar banho e colocar o uniforme, mas lá ele fica bem e, às vezes, nem quer vir embora pra casa. Rsrs... A escola do Theo, pelo espaço físico, é fascinante! Não só para as crianças, como tb para os pais. A gente fica encantado com a infra-estrutura, fato! Durante a Educação Infantil, é certo que Theo fique lá. O resto, mais pra frente, a gente resolve!

A semana passada foi bem tumultuada. Eu entendo por ADAPTAÇÃO não só o fato do aluno ficar bem no colégio. Mas o fato de os pais poderem ir pra casa tranquilos tb. E isso não estava acontecendo. Havia muita desorganização na sala do Theo, em especial. Os dois Maternais são colados e era inevitável comparar. A semana foi passando e alguns erros sendo repetidos. Mas, o que mais me angustiava era a falta de um eixo na sala de aula, a falta da figura da professora. Só pra vcs entenderem, cada turminha conta com 1 professora + 2 ajudantes (normalmente estagiárias pedagogas). Na sala do Theo, não só eu como outras mães que passaram a semana de adaptação lá, notamos que a professora era uma mera ajudante. Elas eram todas iguais e faziam todas as mesmas coisas. O que não podia acontecer! Professora é professora! Ela não tem que se preocupar em limpar nariz de aluno. Ela tem que criar atividades dentro de sala pra ensinar e pra entreter! Criar uma rotina para que os pequenos não se sintam perdidos. E isso não acontecia!

Essa semana já começou com o horário normal, 12:50h às 16:50h. E, já no 1º dia da semana (ontem) eu pedi uma reunião com a coordenadora pedagógica da Educação Infantil. Junto comigo outras mães, tb preocupadas com o curso das coisas, participaram da reunião. Foi ótima! Expomos o que estva nos angustiando e o que ao nosso ver não estava saindo como o planejado. Coisas que vimos acontecer durante a 1ª semana, nossas expectativas e tal. Fomos muito bem recebidas. Tivemos explicações e promessas. Muitas das nossas reclamações já haviam sido vistas pelas coordenação e elas já estavam tomando providências a respeito. Agora vamos aguardar e esperar que as coisas melhorem. Mas estarei de olho! Quero poder deixar meu filho na escola, tranquila de que ele ficará bem, como se fosse uma extensão da nossa casa! É pra isso que o coloquei no colégio e, mais precisamente, NAQUELE colégio!

Muitas mães deixaram as crianças no colégio dede o 1º dia e não ficaram. Nenhum responsável, nada! Crianças choraaaaaaavam desesperadas pq não tinham uma carinha conhecida. Morri de pena! Essas mesmas mães não fazem a menor idéia de como as coisas estavam acontecendo. Eu realmente acho que a fase de adaptação é muito importante e a criança PRECISA de algum amigo ou familiar por perto. Não dá pra simplesmente deixar lá e sumir!

Vamos ver como as coisas ficam. Eu estou confiante e bem mais tranquila depois de ontem! =)

  Merendeira

 Kit Higiene (Toalhinha, Pasta de Dente e Escova de Dente) - fica a semana no colégio e volta pra casa na sexta-feira

Na maioria das coisas eu optei por usar esse chaveirinho de identificação. Tudo que é de zíper, levou esse chaveirinho. Mais prático que etiqueta + contact.

 Theo, Tia Vanice, Lucas e Maria Paula (amiguinhos de antes do colégio)

 1º Dia! Hora do Lanchinho!

Saída!

Todo importante carregando sua Mochila (que ele chama de mala) dos Smurfs.

Beijinhos,
Bibi

5 comentários:

Marcelly disse...

Oi Bibi !
Também acho essa fase da adaptação mega importante e com certeza é necessário q as crianças possam contar com um rosto conhecido nessa hora, pq elas não vão entender pq os pais a deixaram ali e simplesmente foram embora não é ?
Q bom q vc já se reuniu com a coordenação escolar e já começaram a colocar os pingos nos "is", assim, com certeza vc vai ficar mais tranquila e o Theo também !

Bjo !

Patty e Duda disse...

Amiga... que lindo o Theo indo pra escolinhaaaaa... Por aqui é meio diferente... optei em colocar a Maria Eduarda na escolinha em que eu estudei... só vai até o pré... é uma escola pequena... na sala dá Maria Eduarda tem 14 crianças e conta com uma professora e uma auxiliar... O período de adaptação por aqui é diferente, os pais não ficam na escola... se a criança ficar bem, sem chorar, ficam o período todo, caso contrário ligam para os pais irem buscá-las... como Maria Eduarda nunca chorou pra ir pra escola ela não teve o tal período de adaptação... o lanche é dado igual para as crianças, a gente paga uma taxa pra escola e tem um cardápio do que será servido para as crianças durante a semana... mas estou gostando bastante da escolinha aqui... eles tem apostilas, fazem atividades... e final do ano eles devolvem as apostilas com tudo que a criança fez... beijinhos... saudades... aperta o fofo do Theo por mim...

mamãe polvo disse...

Bibi, estamos na mesma fase ne? Vc esta certissima em ter ficado la com o Theo, eu tb fiquei, pena que nao tao juntinho, mas cada escola do seu jeito! Poxa e vc ja fez reuniao com a coordenacao e praticamente resolveu um problema que poderia se tornar um problemao la na frente! Lindas as fotos! Vc é uma maezona! Beijossss!

Anônimo disse...

Acho importante o acompanhamento dos pais na educação escolar de seus filhos, mas acho que hoje em dia julgar uma mãe que TRABALHA de não poder ficar 1 semana na escola fazendo adaptação muito errado. A gente que trabalha fora tem uma vida tão corrida....matar um leão por dia. Me diz como se ausentar 1 semana do trabalho e não ser mandado embora?????
Vc tem sorte de poder ficar do lado de seu filho 24 horas por dia...tendo que solicitar ajuda quando quer se divirtir. Imagina uma pessoa que já depende dos outros pra tabalhar....muito feio julgar!!!!

Bibi Elias disse...

Olha, anônimo (vc poderia pelo menos se identificar, ter uma opinião diferente da minha não é motivo para se esconder num comentário), vc entendeu errado a minha posição. Eu não disse e não acho que uma mãe precisa estar 100% disponível para a adaptação do filho no colégio. Acho, SIM, que no 1º dia é importante a presença da mãe e tenho crtza que em nenhum emprego isso sria visto com maus olhos. Eu acho errado a mãe que já no 1º dia latga o filho no colégio. E isso foi o que eu presenciei! E acho que não é possível q a pessoa não tenha um avô, um tio, um irmão, uma prima, uma vizinha, o que seja, uma carinha conhecida da criança pra mandar no período de adaptação, por 3 dias, que seja! Desculpa mas qdo a gnt quer acompanhar e cuidar do bem-estar dos filhos, dá-se um jeito!!
Bianca