quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Barriga de Aluguel...


Esses dias estava relembrando algumas novelas antigas c/ meu pai... Eu e ele amamos novelas, embora atualmente ele pouco assista. Conversamos sobre os temas, as trilhas, os atores... E me veio à mente "Barriga de Aluguel". Alguém se lembra? Eu era nova já que a novela foi exibida de 20 de Agosto de 1990 à 1º de Junho de 1991.

Vcs lembram da sinopse??? Não??? Então vale lembrar:


O casal Ana e Zeca deseja muito ter um filho. Depois de várias tentativas frustradas de engravidar, Ana recebe do Dr. Álvaro Barone, um renomado médico, uma triste noticia: ela não pode ter filhos. Dr. Barone, então, diz ao casal que há uma maneira de realizar esse sonho: contratar uma barriga de aluguel. Em troca de 20 mil dólares, a jovem Clara aceita emprestar seu útero para a experiência. Só que, durante a gestação, Clara é tomada pelo sentimento da maternidade e, após um complicado parto que a deixa estéril, Clara se recusa a entregar a criança, fugindo com o bebê. Tem início, então, uma batalha na justiça pela guarda do menino. Ana afirma que é a mãe, argumentando, em seu favor, a herança genética, uma vez que o óvulo era seu e o espermatozóide era de seu marido, e que Clara apenas emprestou a barriga. Já Clara diz que ela é a mãe do bebê, pois ele foi gerado em sua barriga e foi ela quem deu à luz. E a pergunta que causou discussões pelo Brasil inteiro, durante os nove meses de exibição da telenovela, foi qual das duas deve ficar com o bebê, Ana ou Clara?

Naquela época eu torcia pro bebê ficar c/ a Clara (Cláudia Abreu). Mas fiquei pensando em como seria assistir essa novela hj. Hoje eu sou MÃE! Não lembro todos os detalhes da trama, mas certamente seria muito mais difícil julgar qual a "mãe" merecedora da criança.

O final da novela foi assim:
Para definir de maneira correta quem ficaria com a criança, Glória Perez pediu a três juizes que dessem sentenças e deixassem brechas nas sentenças, assim ela poderia colocar no roteiro de forma crível. O processo ocorria em três instâncias, assim como na vida real. Na primeira instância, Clara ganha a guarda do bebê. Ana recorre, e o Superior Tribunal de Justiça decide que ela é a mãe biológica da criança e deveria ficar com a criança. No terceiro julgamento, a novela termina sem mostrar a sentença, deixando o telespectador sem a resposta. Na cena final, as duas mães estão de mãos dadas com o filho, decididas a encontrar uma solução para a situação, independentemente da decisão final da Justiça.

Filho muda até a maneira como vemos uma novela. Filho muda tudo!!

E vcs, já pensaram sobre isso? Teriam opinião formada?? Torceriam p/ qual das duas??

Beijinhos,
Bi (graças a Deus, a única Mãe do Theo)

6 comentários:

Sra. Mari disse...

ahh pra começar ja sou contra esse negocio de barriga de aluguel, mas acho que se foi feito um acordo e a Clara concordou independente se ela se apegou ao bebe depois .. nao é justo desfazer o acordo. Acordo é acordo !

bj

Than disse...

hahaha....caraca eu lembro dessa novela, mas nao torcia por ng msm pq eu nao entendia muito o q acontecia...rs...eu tinha uns 10 anos na epoca, mas lembro q era uma novela sofriiiida ne...rs
Mas é isso, a visão muda ne...com tudo!

Bjos pra UNICA mamae do Theo....rs...graças a Deus!

Clau disse...

Nossa Bibi eu lembro mais ou menos dessa novela... lembroooooooooo... e não lembro pq eu tinha apenas 4 anos...

Super beijo

Amanda Andrade disse...

É realmente dificil, pq no caso a Clara sentiu a gravidez(o bebê mexendo, as dores, o parto e tudo mais), mas e a expectativa da outra mãe, saber que seu DNA esta na criança.Muito complicado.
Acho que a mãe na verdade é a Ana(na minha opinião), até pq foi um "acordo" e pq é geneticamente correto.Mas o amor, o que agente sente ao parir é uma coisa indescritivel...ai q dificil!
Falei falei e não falei nada...rsrsrs
Bjs, Amanda

Mamãe Feliz disse...

Oi linda!
Adorei aqui...estou "devorando" os seus posts....rsrsrs
Bjokasssss

Gravida e Gata (by Dani Donda) disse...

Bibi, eu me lembro claramente da novela... tinha 10 anos, e na epoca queria que o bebe ficasse com a Clara...

Hj penso que o sangue fala mais forte.... minha decisão seria a ANA...

adorei o tunel do tempo!