quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Enfim, o alívio...

Ufa! Acho que é a melhor maneira de começar esse post hj.

Fiquei sumida esses dias pq não tinha cabeça p/ escrever... Ainda sob a tristeza de perder meu avozinho querido, meu filhos de 4 patas me deram um baita susto!

Eu tenho 4 cachorros e 1 gato. Desses 4 cachorros, só um não mora aqui (o Chopp mora na minha casa de Ipiabas).

  Chopp (Husky) - 5 anos

 Thor (Poodle) - 11 anos

 Doug Funny (Poodle) - 8 anos
 
 Penny Lane (Labrador) - 4 anos

 Gatto (SRD) - 2 anos e meio


Bom, na segunda-feira de manhã, meu pai achou que havia trancado o portão da garagem qdo ele e meu irmão saíram p/ trabalhar. O problema é que a fechadura da garagem está com folga e às vezes a gente acha que trancou e o portão continua aberto. Nessa distração, 2 dos meus cachorros fugiram p/ rua. Minha Labrador Penny Lane e meu Poodle Doug Funny. O problema é que aqui em casa é muito grande e eu só dei falta deles qdo fui colocar a ração (lá pelas 10:30h da manhã). Qdo percebi que tinham fugido entrei em pânico. Quem convive comigo e me conhece sabe o qto eu sou ALUCINADA pelos meus filhos de 4 patas. Amo muita coisa messsssmo! Liguei pro meu avô (pq precisava de um carro) e fomos atrás dos dois fujões. Voltei p/ casa na hora do almoço e sem eles. Passei o dia triste e torcendo p/ que alguém respondesse meu anúncio na rádio. Nada! Perto de 1/2 noite, qdo eu já estava de pijama, minha prima me chamou no MSN dizendo que achava que tinham encontrado o Doug perto da casa dela. Lá fomos eu e meu pai atrás dele. E, graças a Deus, era mesmo o meu pequeno bolotinha!! Ele ficou desesperado qdo viu a gente... Estava super assustado!

Claro que minha felicidade não estava completa pq meu coração ainda estava apertado por lembrar que a Penny ainda estava perdida por aí e ia dormir fora de casa. No dia seguinte, assim que eu acordei, corri p/ net e comecei a enviar aos meus amigos do orkut o aviso do sumiço dela (c/ fotos). Fiquei surpresa c/ tanta manifestação de carinho e ajuda! Além de perceber que eu tinha com quem contar, fiquei feliz em ver que tannnnnta gente adooora cachorro. Meu coração não se aguenta de felicidade c/ isso!!

Continuei a procurá-la de carro, de dia e de noite. Recebi alguns avisos, mas eram todos falsos. Enfim, mesmo com tanta ajuda, a boa notícia só veio hoje de manhã.

Tocou meu interfone e fui correndo atender (semmmmpre na esperança de ser algo sobre a Penny). Qdo abri a porta, uma amigona da minha família estava em pé no portão e disse: Bianca, vim te chamar p/ vc buscar a Penny.
Eu quase tive um treco!! Como assim???? Tem certeza que é ela???? Já fui a dois lugares e nada de Penny.

Aí essa amiga disse: É ela sim, eu fui lá checar antes de vir te avisar. Ela fez a maior festinha p/ mim. Pode ir lá que é a Penny Lane!!

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!

Gritar e chorar... Foi só o que eu consegui fazer (ainda com cara de quem não acreditava).

Depois de 3 dias longe da minha loira eu fui, finalmente, buscá-la de volta p/ casa!!!

Qdo cheguei no local, ela me pulou tannnnnnnnnnnto que o cara não teve a menor dúvida de que eu era a dona dela. Muito Amorrrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!

E agora to aqui, bem mais leve, conseguindo escrever no blog e, melhor ainda, trazendo um final feliz p/ minha história!!! Ebaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Muitas de vcs acompanharam pelo Orkut e Twitter. E eu PRECISO agradecer a super força que me deram!!! Obrigadíssima!!! :o)

PS. A partir de hoje, todos os meus bichinhos terão coleiras c/ identificação. FICA A DICA!

Muitos beijos meus e lambidas dos meus filhotes de 4 patas fujões,
Bi, Penny Lane e Doug Funny

10 comentários:

Bia disse...

Viu como Deus te arrumou uma aventura e tanto pra você "esquecer" e se distrair um pouco do seu avô?
Tá certo que foi penoso, mas o final foi feliz né?
Nossos cachorros SEMPRE fugiram...
Era horrível... mas eles acabam voltando sozinhos poucas horas depois.
Uma vez a Meg (chow chow) fugiu do veterinário, acredita? Encontrei com ela numa rua super movimentada de carros, e o pior: eu vi ela sendo atropelada.
Ela entrou na frente de um carro, e o filho da puta do motorista achou que ela fosse sai e não freiou. A cadela completamente desnorteada, dava pra ver que era cão de quintal, que fica perdido na rua. Por que ele não parou? Não foi um simples acidente, foi maldade MESMO. Ele só freio quando ele viu que eu entrei na frente do carro e que ele ia me atropelar tbm.
Enfim, passou e ela ficou bem. Demorei dias pra esquecer o barulho...

Já tive um labrador tbm, minha paixão... Mas tivemos que nos mudar às pressas porque estava tendo enchente e estava entrando água na nossa casa (2 meses depois de casarmos!), não tinha onde coloca-lo, só achamos apartamento... e tivemos que doa-lo. Depois tentamos recupera-lo, só que ele tinha passado de mão em mão e não achamos o seu paradeiro. É o único arrependimento da minha vida. Até hoje, qnd vemos um lab marfim na rua a gente berra achando que é ele...

Enfim, (nossa, escrevi mais do que vc!), eu entendo a sua dor, e a sua alegria!!!!

Bjos

Mariza disse...

Nossa!!! Sei bem o que é isso. AMO cães e os meus já me deram alguns sustos! Mas que bacana que está tudo bem.
Beijocas

Sandrinha disse...

Bom dia Bibi!
Q susto hein!
Nossa,... acho q ficaria doida se a minha filhinha canina Duda, fugisse.
Como moro em aptº fica bem mais difícil de isto acontecer.
Ainda bem q esta história teve um final feliz!
Bom fds p/ vcs.
Bjs!!!

Alice disse...

bibi, mas o Doug tem uma caaaaara de sapeca. hahaha
Esse aí não engana. Aposto que a idéia foi dele. rs bjs

Sol disse...

Bibi, que susto!
Ai bem que tudo correu bem
bjokas

Vivia disse...

Ai, Bibi, graças a Deus que eles apareceram... Muito bom que nessas horas a gente descobre que ainda existem pessoas solidárias no mundo!

Beijos! BOm final de semana!

Amanda Andrade disse...

Oi Bia!!!
Q coisa chata...mas ainda bem que conseguiu acha-los.Imagino o susto.
Ótima dica de colocar a identificação na coleira.
Bjs, Amanda

CAROL SATYRO disse...

Que bom que apareceram e que bom que estão bem né... posso imaginar o tanto que estava sofrendo...

Abraços

Maria Betânia Fuller, mamãe de Lana Fuller, disse...

Oh Bibi, eu soube apenas quando já houve final feliz... Que bom vc conseguiu encontrar, e salvas... Um beijão.

Tati Antunes de Andrade Cortes disse...

Ai, até chorei de emoção lendo agora.
Nem me fale, eu tbm amo meu filho de 4 patas e nem imagino o que eu faria de uma coisa assim acontecesse, mas graças a Deus tudo deu certo e vc os encontrou....
Beijos!